A startup bauruense Salus, um app de agendamento de consultas e exames médicos particulares a preços populares, foi uma das 21 selecionadas entre mais de 350 projetos enviados por 100 instituições de 16 Estados e 3 Países para o BioStartup Lab, uma iniciativa da Biominas Brasil e do Sebrae MG. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (23) e o evento de abertura do programa será em São Paulo, Capital, no dia 30.

O BioStartup Lab é um programa de pré-aceleração de startups especializado nas áreas de Ciência da Vida, que compreende Saúde Humana, Agronegócio/Saúde Animal, Meio Ambiente e Digital Health.

Para o credenciamento, os diretores da Salus foram submetidos a uma entrevista on-line com a realização de um pitch (apresentação) após o preenchimento de formulário. E por conta de sua relevância e adequação aos requisitos, o resultado foi positivo e comemorado pelos idealizadores da startup que já rompe barreiras e atende em Natal, RN, mirando Marília e Ribeirão Preto para os próximos meses.

Sem comentários.